quinta-feira, 5 de abril de 2007

vicio

Adoro café! Não só pelo sabor, aroma e textura, mas pela socialização inerente a ele. O café está para o português como a Guiness está para o irlandês.
É à volta do café que se conversa, se joga, se descobre pessoas e mundos. Até conseguimos indentificar rasgos de carácter pelo tipo de café que é pedido: curto, cheio, meia-de-leite, etc...
Pessoalmente bebo bastante café, não só porque gosto mas também porque é mecânico. É normal chegar à faculdade e, antes de tudo, ir buscar o café.
Isto tudo porque ontem recebi uma preciosidade vinda da Italia (Trieste) chamada Café Macinato... uma delicia!

5 comentários:

L.Nunes disse...

como eu te compreendo..!

também tou nesse estado.. nada como um bom café/chá.. e o meu Marlborozinho,e claro!

e ja agora.. Delta Rubi rulla muitissimo (também o Platina, mas pronto!)

filipe_miguez disse...

Já tivemos esta conversa...e é um facto...também gosto mt de café só não bebo mais para não viciar...mas realmente consegue-se criar bons momentos sociais à volta de uma chávena!
:]
Nice talking yesterday...
Osculos

Não fui eu pah! disse...

Ja repaste que quando estamos a combinar dizemos sempre "bora tomar cafe" mesmo não tendo o hábito de beber cafe? Lá está, é algo que nos identifica como portugeses e que vai muito além do acto de levar a chávena a boca.

Rébecca disse...

oh oui!!!!!!!!!

Anónimo disse...

o café portugues é o maior!!!
tirando o italiano...
n k eu tenha bebido café nos ultimos tempos... n ....

ai ai

falei d mais...

sophie...