sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Crónica de quem anda de transportes públicos

Costumam andar de transportes públicos?
Comboios, autocarros, metro, eléctricos ou barcos?
Faz parte do vosso dia-a-dia?
... então vão entender:

Quem anda de tranposrtes públicos todos os dias faz-o por obrigação. Não por prazer ou diversão. Apenas entra senta-se (ou não) e espera que o percurso acabe para chegar ao trabalho, à escola ou a casa.
É um sentimento de que há a inevitabilidade de partilhar o mesmo espaço com totais estranhos, o que, para muitos de nós, não é agradável. Assim sendo, com os anos vamos aprendendo técnicas:
  1. Nunca olhar nos olhos de absolutamente ninguém (a pessoa pode achar que nós queremos comunicar);
  2. Escolher os lugares singulares ou aqueles duplos onde não está ninguém sentado;
  3. Pôr fones nos ouvidos e ouvir música (independentemente se o mp3 tem bateria);
  4. Fingir que estamos a dormir.
Porquê?
Porque estamos cansados;
Porque não nos apetece levar com as queixas das senhoras idosas;
Porque não queremos ouvir a boa disposição dos turistas;

Mas,
e que tal "perdermos" tempo a conversar. Conhecer quem está "ao lado", que talvez é a mesma pessoa de sempre. Não apanhamos sempre o mesmo transporte?
Não nos sentamos praticamente sempre no mesmo lugar? Talvez elas também.

Por experiência já assiti a tromboses, ataques de epilépsia, acidentes rodoviários (com o autocarro onde eu me encontrava), cenas de pancadaria e tantas outros momentos fantásticos e irrepetíveis.
Não andam de tranportes públicos?
Não sabem o que perdem!

4 comentários:

Ruben Braga disse...

Ando de transportes públicos desde os meus 14 anos.

Também já vi muita coisa. Já vi pessoas que pensam como tu e começaram a falar comigo. Alguns até partilharam as suas frustrações e os seus problemas, quem sabe, se calhar à beira da depressão! Vê-se coisas engraçadas, outras tristes, enfim, é como a vida.
"Grand Corps Malade" (escritor francês) compara a vida a andar de comboio. Acho que não é por nada.

Bjs

isaac disse...

Minha amiga eu desde os meus 10 anos que ando de transportes publicos ja vi de tudo desde cenas de pancadaria por que causa de um lugar e ate uma cena porque causa de um bilhete...

Mas acho que os transportes publicos continuam a ser o melhor transporte para andarmos dentro das cidades...

bjx**

Não fui eu pah! disse...

Eu gosto de andar de transportes públicos, aliás, vendi o meu carro porque deixou de ser uma necessidade. Para além de conseguir chegar a qualquer sitio que faça parte do meu roteiro, poupo muito dinheiro, diminuo o stress, e não canso a minha beleza. Há também o exra de ser o meio para se observar o comportamento humano... Acrescento as seguintes idiossincrasias do utente de transportes públicos:

- Pessoas que não tiram a mochila das costas e atropelam toda a gente com ela sem se darem conta deixando a uma carruagem inteira a bufar para o ar,
- Pessoas que forram as capas dos livros com folhas brancas para que ninguem saiba o que se está a ler,
- Pessoas que estão sempre a apontar a cara e os ouvidos para cuscar o que o que a outra está a dizer para a outra ou a escrever no telemovel,
- Pessoas que falam mal do Socrates,
- Pessoas que falam mal do patrão,
- Pessoas que não usam desodorizante,
- Pessoas que metem os pés em cima dos bancos,
- Pessoas que falam mal do motorista/maquinista
- Pessoas que comem nos transportes e deixam garrafas, embalagens e guardanapos nos bancos...
- E as pessoas que observam tudo para depois comentar nos blogues ;)

Anónimo disse...

faz-o? isso não ficou sublinhado a vermelho nem nada?